amarelo.

a partir de agora, fica decretada a ditadura do riso.
seja o que for, haja o que houver, o riso prevalecerá.
a cada um cabe as consequências de seus atos.
a cada homem serve apenas o desespero do seu riso.
não há por que temer. 
não há por que duvidar.
o riso prevalecerá.
o riso, apenas ele, a sua demência.
o riso basta.
e os que sofrem, que sofram, a partir de agora rindo.
rindo o riso eterno dos desesperados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: